Governo de AL anuncia série de incentivos para estimular o desenvolvimento do estado após a pandemia

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (20), o Plano de Retomada da Economia Pós-Covid, que vai conceder uma série de benefícios ao setor produtivo para que os negócios possam alavancar e gerar mais emprego e renda para Alagoas. A expectativa é que seja feito um investimento na ordem de R$ 450 milhões.

O anúncio das medidas foi feito durante solenidade realizada em um hotel situado no bairro de Cruz das Almas. Na ocasião, o governador Paulo Dantas ressaltou a importância da parceria entre os setores público e privado para o desenvolvimento de Alagoas.

“Nos últimos anos, por conta da pandemia, as pessoas perderam empregos, perderam renda e passaram por muitas dificuldades. E nós, agora, vamos conversar com o setor produtivo e mostrar que o Estado está pronto para contribuir. O governo de Alagoas tem que ser um indutor, tem que tirar os obstáculos do caminho e trabalhar em parceria com o setor produtivo e a iniciativa privada. Eu estou muito tranquilo, confiante e certo de que essa ação que estamos anunciando hoje, esses incentivos fiscais, essas promoções, vão ajudar demais o Estado de Alagoas, gerando emprego e renda”, afirmou Paulo Dantas.

Segundo ele, a iniciativa vai promover, aproximadamente, 30 mil novos empregos no Estado. Um dos focos principais será o setor do turismo, que é responsável por grande parte da renda gerada em Alagoas.

Durante o evento, foram assinados decretos que criam o Programa Contribuinte Arretado, que dará recompensas para estimular a regularidade tributária; e o que concede parcelamentos especiais para débitos não declarados por contribuintes do Simples Nacional e para demais débitos tributários de ICMS até 31 de dezembro de 2021.

Além disso, o governador também assinou o perdão de débitos tributários inscritos na Dívida Ativa com mais de dez anos, desde que não estejam suspensos ou com garantia, assim como o perdão das dívidas até 31 de dezembro de 2015 com valor atualizado até R$ 500.

Também foram concedidos incentivos governamentais pelo Prodesin a mais dez empresas, com a injeção de mais de R$ 450 milhões na economia alagoana, garantindo, de imediato, a geração de 1.083 empregos diretos e 3.249 postos de trabalho de forma indireta. Entre as beneficiadas, estão empresas do ramo têxtil, hoteleiro, de cosméticos, pré-moldados e farmacêutico.

Também foi assinada a liberação da primeira parcela do termo de fomento para destinação de recursos para o município de Porto de Pedras, que deverão ser investidos na construção da orla da Praia do Patacho, uma das mais visitadas do estado. “Nós entendemos que a iniciativa privada tem que caminhar integrada com o serviço público, para gerar mais oportunidades e mais empregos para o povo de Alagoas”, afirmou o governador.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Caroline Balbino, disse desconhecer um estado da federação que esteja concedendo tantos benefícios como os que foram anunciados hoje.

“Alagoas está assumindo um lugar de destaque no cenário nacional. Tivemos muito comprometimento desde que o governador Paulo Dantas tomou posse para finalizarmos os processos e continuarmos o ciclo do progresso de Alagoas”, pontuou.

O vice-governador José Wanderley, outros secretários de estado, representantes de municípios, deputados e integrantes da Fecomércio, da Abrasel e de outros setores produtivos marcaram presença no evento.

Fonte: Gazeta Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *