A Azul Linhas Aéreas poderá cancelar voos regionais em Santa Catarina caso o acordo com o Governo do Estado que permite que as aeronaves da empresa abasteçam com alíquota de 3,49% no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível. O acordo vence em março, e se não for renovado, o ICMS será de 17%, o que tornaria inviável manter as operações no estado.

 

A Azul opera em seis cidades de Santa Catarina e está com negociações avançadas para entrar na sétima cidade. Segundo o diretor da companhia, Marcelo Bento Ribeiro, esta malha só é possível graças à política de incentivos à aviação regional vigente no Estado.

 

“Por poder contar com uma alíquota de ICMS de 3,49% sobre o combustível no Estado, a Azul pode ir desenvolvendo e ampliando a sua malha regional porque as operações a partir de Santa Catarina têm custo reduzido, pois a economia gerada nos voos a partir das maiores cidades catarinenses permite um subsídio cruzado na sustentação de rotas regionais, usualmente deficitárias”, disse o diretor, Marcelo Bento Ribeiro.

 

O diretor ainda destaca que se o acordo não for renovado em tempo hábil pode acontecer o cancelamento de voos regionais, além da interrupção dos planos de servir uma nova cidade.

 

São Paulo

 

Já em SP a situação é totalmente contrária. O Governo de São Paulo reduziu o valor do Imposto Sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aviação. Graças a esse incentivo, a Latam Airlines Brasil anunciou na última sexta-feira, 22, novos voos a partir pacote de contrapartidas negociado.

 

“Esta iniciativa do governo é extremamente positiva, pois o ICMS é um imposto muito alto no Brasil, principalmente no Estado de São Paulo, e com esta redução as companhias aéreas poderão alavancar o fluxo de passageiros e fomentar ainda mais o turismo na região”, declarou o diretor-presidente da Latam Brasil, Jerome Cadier.

 

Segundo a companhia, novas operações domésticas devem ser anunciadas ao longo dos próximos seis meses a partir do Aeroporto de Guarulhos, centro de conexões (hub) da Latam em São Paulo. “Estamos aguardando a publicação final do decreto para anunciarmos o nosso plano completo de novos voos, mas já nos adiantamos anunciando algumas das rotas que fazem parte desse pacote”, finalizou Cadier.

 

Fonte: Prefeitura de Lages.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *