O mercado nordestino de energia solar está evoluindo a passos largos nos últimos, somente em 2019 houve um aumento de 20% no número de Usinas geradoras de energia através do método fotovoltaico.

Os investimentos vão além do setor público, comerciantes, industriais, e até mesmo residentes, estão buscando na energia solar uma oportunidade para reduzir custos a médio e longo prazo.

Somente de investimentos públicos espera-se um valor estimado em R$ 15 bilhões nos próximos anos, e referente ao setor privado tem-se a expectativa de que sejam investidos R$ 23,5 bilhões.

Ainda é um mercado pouco acessível, por ainda ser caro, mas que mesmo assim tem atraído o interesse do público consumidor por ser mais vantajoso economicamente.

Além disso, desde 2015, através do Convênio 16/2015, todos os Estados aprovaram a isenção de ICMS para microgeradores e minigeradores, fato que aumentou a vantagem do uso e incentivou a procura pela implementação de módulos fotovoltaicos.

Soma-se a isso, que em 2020 a Câmara de Comércio Exterior adicionou à lista do “ex-tarifários” dezenas de módulos fotovoltaicos, inversores e outros acessórios para a produção de energia solar. Zerando os custos com impostos de importação.

No entanto, vale deixar claro que esse ainda é um mercado muito difícil em virtude das dificuldades que há em operar importações no Brasil, indo desde a burocracia até à alta carga tributária.

Sendo assim, é essencial que nossos clientes tenham um diferencial competitivo, que é a Sistemática de Importação por Alagoas que será capaz de reduzir os custos da importação, acelerar processos e consequentemente aumentar as vendas, gerando um lucro maior e possibilidade de novos investimentos.

Também contribui a localização do Estado de Alagoas, que está no meio dos Estado que atualmente concentram o maior número de Usinas Solares, como Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba.

A grande vantagem da Sistemática é que nossos clientes não pagarão o ICMS na entrada da mercadoria, mas somente na saída no momento em que ocorrer a venda ou a transferência.

Além disso, nossos clientes adquirem os créditos de um Servidor Público, créditos esses referentes a dívida que o Estado adquiriu para com os servidores.

A importadora adquirirá esses créditos com um deságio, que significa um verdadeiro desconto. E poderá usar esse crédito judicial (devido ao servidor) para compensar com o crédito tributário (valor devido de ICMS).

Valendo dizer que não é necessário que a mercadoria passe fisicamente pelo território de Alagoas, podendo ser despachada em qualquer porto do Brasil, como o de Suape e de Fortaleza, por exemplo.

Desse modo, nós damos a nossos clientes a vantagem necessária que o colocará em destaque dentro do mercado nordestino em franca expansão no setor de produção de energia solar.

 

Leia mais em www.xpoents.com.br

16 thoughts on “Importação de Energia Solar com um Diferencial Competitivo”
  1. Hello colleagues, good piece of writing and fastidious arguments commented here, I am genuinely enjoying by these. Kendra Jethro Ned

  2. Post writing is also a excitement, if you be acquainted with afterward you can write if not it is complicated to write. Ondrea Norbie Sommers

  3. I like the helpful info you provide in your articles. I will bookmark your weblog and check again here frequently. Ariana Andras Bremen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *